Assaltos a banco: SSP acredita em ação estratégica de quadrilha nacional

A Secretaria de Segurança Pública informou que está investigando os assaltos; Ontem à tarde policiais e peritos iniciaram as investigações no Bradesco de Arame.

Maranhão Notícias

ARAME – Policiais e peritos iniciaram, na tarde dessa segunda-feira (10), as investigações no que sobrou da agência do banco Bradesco da cidade de Arame, na Região Central do Estado após o assalto cinematográfico protagonizado por uma quadrilha fortemente armada na noite de domingo (9). Ninguém foi preso sobre este que foi o quinto assalto a banco no estado do Maranhão em menos de 15 dias.

Os policiais estiveram nos “escombros” da agência, conversaram com testemunhas e reféns em busca de informações que possam levar a pistas sobre a identificação e prisão da quadrilha. Até um carro forte foi levado ao local.

Em nota na noite de ontem, a Secretaria de Estado da Segurança Pública informou que deu início as investigações para prender os assaltantes. A pasta acrescentou que a principal suspeita é de que os criminosos estejam ligados a uma organização criminosa nacional e agem de forma estratégica.
Com as investigações os policias puderam avaliar, de forma detalhada, toda a ação criminosa.

Ações mais recentes

O mega-assalto contra o Banco do Brasil em Bacabal no dia 25 de novembro, a ação contra a agência o Banco do Brasil, em Humberto de Campos, na madrugada da quinta-feira (6) onde foram destruídos caixas eletrônicos e parte do prédio, mas o cofre da agência não foi levado.

O assalto contra o Bradesco em Arame e o ‘sapatinho’, em Açailândia, que teve como vítima a família do gerente da Caixa Econômica Federal e outro contra o Banco do Brasil de Buriticupu, de onde foi roubada uma grande quantidade em dinheiro. ( Fotos: Divulgação).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *