Ato popular lembra 33 anos do assassinato do padre Josimo Tavares, em Imperatriz

 

O ato foi realizado na sexta-feira(10) para lembrar os 33 anos de  morte do padre Josimo Tavares, crime de repercussão internacional, na época.

Maranhão Notícias

IMPERATRIZ – Integrantes da Pastoral da Terra Araguaia-Tocantins, familiares, amigos participaram de uma vigília e da abertura de um memorial no Centro de Pastoral da Diocese de Imperatriz no fim de semana em lembrança pelo 33 anos de morte do padre Josimo Moraes Tavares.

O religioso foi morto por um pistoleiro no dia 10 de maio de 1986 nas escadarias da antiga Pastoral da Terra Araguaia-Tocantins, atualmente Centro de Pastoral da Mitra Diocesana.

As homenagens começaram na sexta-feira com uma visita ao local onde o sacerdote foi morto, há uma placa na fachada do prédio que indica o local do assassinato.

As pessoas participaram de uma vigília e de uma missa especial em memória de padre Josimo, na Catedral de Nossa Senhora de Fátima, onde, também, foi realizada uma exposição sobre o religioso. Também foram lembrados na exposição o ambientalista Raimundo dos Santos Rodrigues e a irmã Dorothy Stang, que assim como Josimo foram assasinado quando defendiam o meio ambiente e a posse da terra.

Antes da missa familiares e amigos exibiram um banner sobre o crime e um adolescente se vestiu com roupas e usou atributos que lembravam o padre assassinado.

Na homilia, o padre Raimundo Nonato Barbosa, relembrou a importância do trabalho desenvolvido pelo padre Josimo em prol de famílias pobres que remete a missão do cristão católico.

A mãe de Josimo, dona Olinda, esteve presente e se emocionou.

Padre Josimo

O padre Josimo foi morto por um pistoleiro a mando de fazendeiros do “Bico do Papagaio”, homens que foram presos, julgados e condenados e cumpriram as respectivas penas.  O crime, á época ganhou repercussão nacional, tendo sido até dramatizado (reconstituído) pelo extingo programa “Linha Direta”, da TV Globo.

(Fotos: Assessoria e Maranhão Noticias).

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *