Flamengo volta a vencer Vasco e confirma conquista do título do Carioca

Melhor em campo, o Flamengo venceu por 2 a 0 e levantou o troféu.

Maranhão Notícias

RIO DE JANEIRO – O Flamengo é campeão carioca 2019. Na tarde deste domingo (21), o Rubro-Negro, voltou a vencer o Vasco por 2 a 0, no Maracanã e conquistou o estadual que foi o de número 35. Com a conquista do título do estadual, o Fla vai voltar suas atenções para a partida de quarta-feira, contra a LDU, pela Libertadores em que pode confirmar vaga para as oitavas.

Os gols da partida foram marcadas por Willian Arão no primeiro tempo e Vitinho na etapa final. O titulo confirma a hegemonia do Mengão em relação aos adversários que conquistou, por exemplo, os últimos cinco títulos de dez disputados.

O time de Abel Braga, em âmbito geral, foi superior em campo e contou com o apoio de sua torcida que foi maioria no Maracanã.

Primeiro tempo

Mesmo com a vantagem obtida na primeira partida da final, o Flamengo manteve a pegada, com marcação e buscou o gol desde o primeiro minuto quando Arrascaeta finalizou com perigo para a defesa de Fernando Miguel.

No minuto seguinte o Vasco deu o troco num contra-ataque rápido que resultou em escanteio. Na cobrança, Werley subiu no meio da defesa e cabeceou para fora com perigo.

Melhor em campo do que no jogo passado, o Vasco chegou com perigo aos 8 minutos com uma finalização de Marrony. A bola passou perto do travessão de Diego Alves.

O Flamengo voltou a assustar aos 12 minutos em cobrança de falta em que Arrascaeta levantou a bola na área e Lucas Mineiro afastou p perigo.

A primeiro gol do jogo foi após uma cobrança de falta sofrida por Gabigol no setor direito de ataque. A jogada, num entanto, gerou protestos do Vasco porque no primeiro lance Gabigol recebeu a bola em posição de impedimento, mas o bandeira deixou seguir o lance que parou com a falta no atacante rubro-negro. Na cobrança de falta na área, William Arão subiu mais alto do que a zaga e testou para o fundo das redes, aos 15 do primeiro tempo.

Com o placar adverso, o Vasco continuou tentando com finalizações que obrigaram Diego Alves a fazer grandes defesas como um chute forte de Lucas Mineiro, de fora da área, aos 26 minutos.

O troco veio no minuto seguinte em contra-ataque que culminou com chute de Gabigol que obrigou Fernando Miguel a fazer grande defesa. Diego Ribas recebeu a bola e desviou para o gol, mas Fernando Miguel de novo fez boa defesa. Aos 30 minutos o Flamengo quase marcou o segundo gol, com jogada de Arrascaeta e finalização de Gabigol que a zaga tirou.

O time Cruz-Maltino quase empatou aos 33 minutos quando Diego Alves tirou a bola de soco, Pikachu pegou a sobra e Renê estava em cima da linha e serviu de barreira para evitar o gol.

Danilo Barcelos consegue alcançar uma bola e chuta fraco para a defesa de Diego Alves.

O primeiro tempo terminou com uma vantagem do Flamengo pela vitória parcial e a posse de bola(52%), o que demontrou a superioridade do Fla em campo.

Segundo tempo

Era tudo ou nada. Diante da obrigação de vencer a partida e tirar a vantagem, o Vasco voltou para o segundo tempo disposto. Em jogada de troca de passes, Pikachu tocou para Renê que entrou na área e quando se preparava para chutar a zaga fez corte.

A vantagem não tirou o ímpeto do Flamengo que perdeu chances de ampliar com Gabigol. O atacante chegou a marcar o segundo gol, aos 25 minutos, mas a arbitragem assinalou impedimento.

Com o Vasco totalmente lançado ao ataque, o Flamengo passou a explorar exclusivamente os contra-ataques, mas com toque qualificado de bola, até os 37 minutos, quando o Flamengo matou o jogo com o gol de Vitinho. O meia Diego Ribas recebeu a bola e deu passe primoroso para Vitinho que avançou na velocidade e tocou para o fundo das redes de Fernando Miguel.

O Vasco, ainda, mandou uma bola no travessão de Diego Alves. Foi em cobrança de falta de Danilo Barcelos, aos 40 minutos.

A situação, que já era ruim, ficou pior para o Vasco aos 42 minutos com a expulsão de Werley. Ele recebeu o segundo cartão amarelo por falta em Vitinho. A essa altura a torcida rubro-negra já gritava é campeão. Inclusive, a torcida pediu a entrada de Rhuan, mas sem sucesso. O zagueiro foi homenageado com o título, com direito a levantar o troféu e posar para fotos. O zagueiro deverá fazer sua despedida do futebol na partida de estreia do Brasileiro. (Foto: Alexandre Vidal site do Flamengo-Divulgação).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *