Julgamento adiado de pms de Imperatriz acusados de homicídio será segunda-feira em São Luís

O julgamento iria ocorrer no dia 13 de novembro de 2017, mas foi suspenso e transferido para São Luís.

Maranhão Noticias com informações da assessoria do Fórum Desem. Sarney Costa

SÃO LUÍS – O julgamento dos policias militares Dauvane Sousa Silva e Helenilson Pereira Borges, lotados no 3º Batalhão da PM, em Imperatriz, acusados de homicídio qualificado contra o serralheiro Flávio da Conceição, em agosto de 2012 será realizado segunda-feira(10), no Fórum Desembargador Sarney Costa, no Calhau, em São Luís.

A sessão do Juri Popular para julgar os militares chegou a ser aberta no dia 13 de novembro de 2017, mas foi suspenso e transferido para São Luís a pedido do Ministério Público que alegou questões de segurança.

O júri está marcado para às 8h30, de segunda-feira no Salão do Juri do Fórum Desembargador Sarney Costa e será presidido pelo juiz José Ribamar Goulart Heluy Júnior.

O crime

De acordo com os autos do processo, o crime foi na madrugada do dia 30 de agosto de 2012, no Bairro da Caema, em Imperatriz. Na época do Juri em Imperatriz, a defesa argumentou que os policiais reagiram em legitima defesa.

O processo tramitava na 1ª Vara Criminal de Imperatriz, mas a pedido do Ministério Público, em julho de 2018 houve o desaforamento para São Luís (deslocamento da ação penal para outra comarca).

O MP alegou que Dauvane Sousa Silva, além de policial, é apresentador de um programa de televisão em Imperatriz e vinha conclamando, no veículo de comunicação e em redes sociais, a sociedade local e os jurados para absolvê-los da acusação.

O processo é o de n.º 12846/2012 – 1ª Vara Criminal de Imperatriz.(Foto: Divulgação).

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *