Morre quinta vítima do atirador na Catedral Metropolitana de Campinas, interior do SP

O aposentado Heleno Severo Alves, 84 anos, morreu no hospital no início da tarde de hoje (12).

Maranhão Notícias

SÃO PAULO – Não resistindo aos ferimentos, morreu no início da tarde desta quarta-feira (12), no hospital, a quinta vítima do atirador Euler Fernando Gandolpho, 49, na Catedral Metropolitana de Campinas (SP), atentado ocorrido na tarde dessa segunda-feira(11).

O aposentado Heleno Severo Alves, de 84 anos, sofreu tiros no tórax e no abdome que danificaram o funcionamento de vários órgãos. O idoso deu entrada na UTI do Hospital Municipal Doutor Mário Gatti onde permaneceu internado até agora em estado grave.

De acordo com o site do jornal Correio Braziliense, o representante da Guarda Municipal de Campinas, Alexandre Moraes Rangelo, o idoso foi considerado um herói por ter distraído o atirador no momento em que ele apontava a arma para uma mulher, mãe de três filhos, para que ela pudesse fugir com vida.

Breve histórico

Na terça-feira por volta de 13h (horário de Brasília),o analista de sistemas Euler Fernando Gandolpho, 49, entrou na Catedral Metropolitana de Campinas, no interior de São Paulo, ao término da missa e surpreendeu a todos ao sacar de uma pistola e fazer disparos.

Quatro fieis morreram no local e uma quinta foi socorrida em estado grave, sendo que a Policia Militar foi acionada, alguns policiais entraram na igreja e houve troca de tiros, sendo que atirador foi baleado na perna e em ato contínuo cometeu suicídio.

Foram mortos na catedral: José Eudes Gonzaga, 68; Elpidio Alves Coutinho, 67; Cristofer Gonçalves dos Santos, 38; e Sidnei Vitor Monteiro, 39. Os velórios das vítimas devem ocorrer a partir desta quarta-feira. ( Foto: Imagem Reprodução).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *