Novas imagens indicam”racha” em acidente na Av. Getúlio Vargas, diz delegado

O acidente foi no domingo (17) e entre quatro carros e três motos e o motorista de uma pic up saiu ferido gravemente.

Maranhão Noticias

IMPERATRIZ – O resultado de laudos periciais feitos no local, ainda, não saiu, mas dois novos vídeos e outras imagens recolhidas pelas investigações levam a Polícia Civil a acreditar que houve um “racha” entre dois carros de luxo que culminou com o acidente com quatro carros e três motos e deixou uma pessoa gravemente ferida. O acidente foi na manhã de domingo (17), na Avenida Getúlio Vargas com rua Alagoas, Centro.

Nos vídeos divulgados nas redes sociais aparece um automóvel atravessando a Getúlio Vargas pela rua Alagoas e em seguida ao, tentar atravessar a avenida, o utilitário Saveiro é atingida em cheio por duas Mercedes que trafegavam, lado a lado, em alta velocidade.

O delegado regional Eduardo Galvão disse, em entrevista que as imagens das câmeras de segurança foram encaminhadas para perícia criminal que vai estipular a velocidade que os dois veículos empreendiam no exato momento do acidente, mas o vídeo trás informações importantes.

“O vídeo fala por si só. Vê se muito claramente que os dois veículos estão muito acima da velocidade permitida para a via”, destacou o delegado regional.

Eduardo Galvão complementou que num dos vídeos aparece um motociclista trafegando pela avenida levando um passageiro pelo lado direito em velocidade dentro do que é permitido por lei, o que é bem diferente, se comparado, com a velocidade dos carros.

“(…) E se você observar depois, a vinda dos dois veículos e a versão que ele (motociclista) trouxe foi completamente diferente daquela que foi dada pelos dois investigados”, pontuou o delegado regional.

O delegado acrescentou que os laudos serão esclarecedores e trarão certezas juridicas: pelo local em si, pelos vestígios deixados, e com os vídoes em mão será possível, também, saber a velocidade desenvolvidas pelos carros no momento do acidente.

Ouça a entrevista do delegado regional sobre as novas imagens do acidente:

 

A pena para o crime de “racha” com lesão corporal varia de 3 a 6 anos de prisão, com a possibilidade de o delegado solicitar a suspensão do direito de dirigir dos envolvidos, nesse caso os motoristas Goldman Arouxe Freire Júnior, 26 anos e Weverson Silva de Deus, 37 anos. Com a confirmação do crime de “racha” as seguradoras, também, deverão suspender o pagamento dos danose prejuízos que ficariam a cargo dos condutores.
Lindomar Pereira Morais, que diriga a picu saveiro, segue internado no Socorrão e passa bem e náo há indicação de cururgia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *