Operação da Polícia Civil prende suspeitos de integrar grupo de extermínio, no Maranhão

 

Os homens são suspeitos de integrarem grupo de extermínio responsável por várias mortes na região.

 

Maranhão Notícias com informações da SSP-MA

SÃO LUÍS – A Operação da Força Tarefa “Cifra Negra” deflagrada pela Polícia Civil do Maranhão prendeu nesta terça-feira (7), dois homens suspeitos de pertencerem a um grupo de extermínio que vinha agindo na Região dos Municípios de São João do Caru e Governador Newton Belo. Foram presos em cumprimento de mandados de prisão expedidos pela justiça Raimundo Nonato Alves, conhecido como “Raimundinho de Aderbal” e de José da Silva Oliveira, o “Kambute”, suspeito em várias mortes, segundo a polícia.

As investigações policiais apontaram que o grupo de extermínio o qual os homens integram vinha “eliminando” pessoas envolvidas com o tráfico de drogas, assaltos entre outros crimes.

A operação foi comandada pelo delegado Guilherme Sousa Filho, delegada Nilmar da Gama, da Delegacia Geral, em conjunto com a

Superintendência de Policia Civil do Interior por meio das delegacias de Zé Doca e Bom Jardim e Regional de Santa Inês.

Apreensões

Durante a ação foram apreendidas armas e munições. As armas foram uma escopeta 12 e uma espingarda calibre .28 e munições de calibres .12, .28 e .38. Horas depois, já na tarde de hoje, uma equipe de policiais civis se deslocou para à Vila do Povo, em Paço do Lumiar, após receber informação de um cemitério clandestino no local.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *