PRF divulga detalhes sobre acidente que matou pastor evangélico na BR-222 no MA

O acidente matou três pessoas e deixou 

Maranhão Notícias com informações da PRF

SÃO LUÍS – A Polícia Rodoviária Federal(PRF) divulgou, na manhã desta sexta-feira (23), detalhes sobre o acidente grave entre um carro de passeio e um caminhão Pau-de-arara que resultou na morte de três pessoas e ferimento em outras cinco. Um dos mortos é o pastor evangélico José Francisco de Assis Nascimento Araújo de 37 anos.

A tragédia foi por volta das 13h de quinta-feira (22), no Km 300,8 da BR-222, a 165 km de São Luís.

A PRF informou que o acidente foi tipo colisão frontal entre um caminhão Ford modelo F4000 G, e um automóvel Honda /HR-V EX CVT, sendo o segundo conduzido pelo pastor. Foram três mortos e cinco feridos, dos quais dois feridos graves e três feridos leves.

Pastor José Francisco e sua esposa, a missionária Nairuska. Fotos: Divulgação.

O caminhão estaria transportando pessoas no compartimento de carga.
As primeiras informações colhidas no local pela equipe PRF, destacada da Unidade Operacional de Santa Inês, sugerem que a colisão frontal teria acontecido por conta de uma ultrapassagem mal sucedida que estava sendo realizada pelo caminhão. A Polícia investiga os fatos.

As vítimas

Morreram no acidente o pastor evangélico da Igreja Assembleia de Deus, em São Luís, José Francisco de Assis Nascimento Araújo de 37 anos, um filho mais novo dele de nome José Pedro Silva Araújo, de apenas 2 anos de idade, que morreu no hospital.

A passageira do veículo caminhão de nome Samara Abreu Rodrigues, de 26 anos, também, morreu.

Outras quatro vítimas graves apresentavam quadro preocupante. Uma quinta vítima grave, que estava com um dos punhos quebrado, foi transferida para o hospital de Matões do Norte. Outras três, com lesões leves, foram atendidas no hospital de Vitória do Mearim e receberam alta em seguida. A esposa do pastor foi transferida para São Luís.

Possível causa do acidente

A quantidade maior de vítimas se deu possivelmente em razão do impacto da colisão e porque o caminhão tombou em seguida.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *