Protesto cobra prisão de segundo envolvido na morte de liderança do MST no MA

O protesto marcou 1 ano da morte de Luis dos Santos Silva, o “Luis Preto”, da Vila Conceição, em Imperatriz.

Maranhão Noticias

IMPERATRIZ – O Movimento de Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST), familiares e amigos realizaram um ato de protesto em frente a Delegacia Regional de Imperatriz, na tarde dessa segunda-feira (17) para cobrar a prisão do segundo envolvido no assassinato do líder camponês Luís dos Santos Silva, o “Luís Preto” no povoado Vila Conceição II. O protesto foi no dia em que o crime completou um ano.

Munidos de faixas, cartazes e com carro de som, os manifestantes se posicionaram na porta de entrada da Regional de Segurança onde entoaram músicas religiosas e fizeram discursos para pedir Justiça para o caso.

Foto: Maranhão Noticias.

Uma comissão do movimento foi recebida pelo delegado regional, Eduardo Galvão para quem entregou um oficio com o pedido de empenho da polícia no sentido de prender o segundo envolvido no crime e esclarecer, por completo, a motivação do assassinato.

A Polícia Civil concluiu que foi latrocínio (Roubo seguido de morte), mas a liderança regional do MST, Gilvânia Ferreira disse que a prisão do suspeito foragido iria esclarecer se “foi mesmo latrocínio ou se teria outra motivação”.

Foto: Maranhão Noticias.

A liderança disse ser inadmissível que a policia não prenda o suspeito, uma vez que possui todo o aparato para isso.

“Viemos solicitar que o delegado regional faça uma Força-Tarefa para localizar e prender. A gente sabe que quando a polícia decide prender ela encontra, acha, existe Serviço de Inteligência para isso, todo o aparato policial para ir atrás do assassino onde ele estiver, em qualquer lugar deste país”,  disse Gilvânia Ferreira.

O delegado regional, Eduardo Galvão confirmou o recebimento do pedido da comissão de manifestantes. Ele disse a policia prendeu um envolvido que foi julgado e condenado e o segundo está foragido, mas as buscas ao suspeito nunca pararam, elas ocorrem de periodicamente.

Foto: Maranhão Noticias.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *