Sampaio é derrotado no Castelão pelo CSA, pela Copa do Nordeste

Sem sustos, o CSA atropelou o Sampaio em pleno Castelão nesse domingo (4) em jogo para 335 torcedores pagantes.

Maranhão Notícias

SÃO LUÍS – O que era para ser o jogo da reabilitação acabou se transformando em vexame dentro de casa. Pela Copa do Nordeste, o Sampaio recebeu o CSA, no Estádio Castelão, em São Luís, na tarde de domingo (4), e foi goleado por 3 a 0.

O time alagoano venceu sem sustos a “Bolívia Querida” em tarde inspirada do atacante Patrick Fabiano, que marcou duas vezes e foi o artilheiro da partida.

A vitória começou a ser construída aos 25 minutos do primeiro tempo com o lateral direito Régis, que aproveitou-se de falha de marcação para entrar na área e tocar na saída do goleiro Rodrigo Santos. O gol foi de manual, ou seja, com a bola encobrindo o goleiro.

O Sampaio, ainda, teve uma jogada com o atacante Maxuel Samurai, que a zaga afastou. E o CSA, também, chegou com perigo, mas o primeiro tempo terminou mesmo com a vitória parcial do time visitante.

No início do segundo tempo, o Sampaio começou tocando a bola no campo de defesa para tentar furar o bloqueio do CSA, mas voltou a ser pressionado e sofreu o segundo gol.

Desta vez o atacante Patrick Fabiano mostrou suas credenciais. Numa jogada de muita tranquilidade, com muitos toques de bola, Gerson cruzou na área e Patrick mandou para o fundo das redes.

O atacante Maxuel Samurai tentou dar uma resposta dois minutos depois com um ataque em que ele cabeceou, mas a defesa do CSA chegou a tempo de evitar o gol.

Na tentativa de mudar a história do jogo, o técnico Flávio Araújo trocou o volante João Felipe pelo atacante Edgar. O “Bolivão” melhorou e, aos 20 minutos, Samurai invadiu a área e mandou com endereço certo, mas o goleiro João Carlos fez boa defesa.

Com a vitória por 2 a 0 fora de casa, o técnico do CSA quis garantir os três pontos e trocou o lateral direito Joazi pelo meio-campista Johnnatan.

Flávio Araújo, também trocou o meia Medina pelo, também, meia, Eloir, mas sem sucesso. O Azulino, que cadenciava a partida, teve tranquilidade para ampliar o placar com Patrick Fabiano, aos 38 minutos, após Régis ir no fundo e fazer um cruzamento rasteiro na área.

A situação que já era ruim ficou pior, ainda, mais para o Sampaio que terminou a partida com apenas dez jogadores. O zagueiro Moisés tentou parar um contra-ataque rápido adversário, mas levou o segundo cartão amarelo e foi expulso.

O CSA fez mais uma substituição: para ganhar tempo, aos 42 minutos saiu o atacante Patrick para a entrada do atacante Lohan. No Sampaio, que fez um segundo tempo muito ruim, não havia mais o que fazer. Aos 47 minutos o árbitro Leo Simão Holanda decretou o fim da partida.

 

Próximos jogos

 

Líder do grupo “B” do Nordestao com 5 pontos, o CSA vai voltar a jogar no domingo, pelo Campeonato Alagoano contra o rival CRB, às 16h.

Já o Sampaio, que caiu para a sétima posição no grupo “A” do Nordestão vai enfrentar o Moto no sábado, às 17h no Estádio Castelão no classifico Samara.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *