Servidores da Justiça de Barreirinhas participam de treinamento de primeiros-socorros

Durante o treinamento os funcionários da comarca aprenderam sobre primeiros-socorros em atendimentos sobre desmaio, ferimentos, engasgamento entre outros.

Maranhão Notícias com informações da assessoria

BARREIRINHAS – Graças a uma parceria entre a diretoria do Fórum de Justiça e o Corpo de Bombeiros local, servidores do fórum da Comarca de Barreirinhas participaram esta semana de um treinamento sobre práticas de primeiros socorros.

O treinamento foi realizado na Unidade Escolar Rosa Corrêa Vilar, o que possibilitou a participação de professores da escola e aproximou ainda mais o Judiciário da comunidade.

O treinamento abrangeu técnicas de primeiros socorros e faz parte do calendário de atividades de 2019. “Iniciativas como essas ajudam, também, a integrar o Judiciário com as outras instituições públicas e a comunidade. Agradecemos ao Capitão Alecio Luan de Araújo Mesquita e à 3° Sargento Maria das Graças Rodrigues Silva, à Diretora da Escola, Professora Marinalva Batista Silva, aos servidores e interessados que participaram”, explicou o juiz titular Fernando Jorge Pereira.

De acordo com o Secretário Judicial da unidade, Wilson Pinto de Carvalho Filho, a ideia de colocar o treinamento no dia 9 de janeiro foi para alinhar a suspensão do expediente, já programada, em virtude da dedetização, e não prejudicar o atendimento aos usuários da Justiça. “Além do mais, o treinamento visa capacitá-los para oferecer prestação de serviços públicos de qualidade, tendo consciência de que tais serviços não se limitam a cumprimentos de processos, mesmo trabalhando em ambiente jurídico”, observou.

O treinamento

O treinamento foi composto de atividades práticas, em situações que simulam a realidade, entre as quais: desmaio, ferimentos, engasgamento, casos de pressão alta, Acidente Vascular Cerebral. Os profissionais do Corpo de Bombeiros destacaram para o treinamento procedimentos a serem adotados em cada caso, a fim de prestar os primeiros atendimentos enquanto aguardam o socorro. ( Foto: Divulgação).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *