Após derrota, Sampaio convoca a torcida para decisão de domingo contra o Náutico-PE

O Sampaio jogou bem, mostrou sua força e organização,mas cometeu falhas que levaram o Náutico a sair vitorioso no primeiro confronto da final da Série C.

Maranhão Notícias

SÃO LUÍS – A derrota para o Náutico-PE, no Estádio dos Aflitos, na tarde de domingo(29), não abalou o Sampaio Corrêa para a segunda partida da final do Campeonato Brasileiro da Série C, no próximo domingo, às 16h, no Estádio Castelão, em São Luís. Com a derrota por 3 a 1, a “Bolívia Querida”, vai precisar vencer por dois gols de diferença no tempo normal para levar a decisão para as cobranças de pênalti ou fazer três gols diretos sem levar nenhum para levantar o troféu.

A derrota nos Aflitos se deu muito mais pelas falha do Tricolor o que pela boa performance do Náutico, situação que reforça o otimismo no time maranhense.

Outro fator que vem sendo a aposta da diretoria é o apoio da torcida. Nos Aflitos 16 mil pessoas apoiaram o Náutico, enquanto que no Castelão a diretoria pretende levar muito mais torcedores.  Para isso, anunciou em suas redes sociais a prorrogação de uma campanha promocional de ingressos, como “Todos pagam meia”, até quarta-feira.

“Ei você aí, torcedor da Bolívia Querida não têm nada perdido. Vamos ser campeões e precisamos de vocês”, diz postagem em rede social que acrescenta “A pedido dos torcedores vamos estender até quarta feira a promoção “MEIA PARA TODOS,” NADA MAIS INTERESSA, NÓS QUEREMOS O TETRA”.

De acordo com o site Globo Esporte Maranhão, apesar das expectativas positivas para a conquista do tetra pelo Sampaio, o retrospecto na Série C não é favorável. Das vitórias na Série C nenhuma foi por três gols de diferença atuando dentro ou fora de casa. No entanto, a torcida e elenco mantém otimismo para levar a decisão, na pior das hipóteses, para os pênaltis.

O primeiro jogo

Sampaio começou agressivo, mas quem marcou primeiro foi o Náutico aos 27 minutos do primeiro tempo. Em bola lançada na área, o goleiro Andrey escorregou, Vitor Bafana tenta tirar e abola bate em João Victore e entra. 1 0. O Sampaio empatou seis minutos depois, aos 33,  com um  Roney que acertou uma bomba de longe após  Josa náo conseguir afastar o perigo. 1 X 1.

No segundo tempo o Náutico passou a pressionar e o Sampaio em busca do gol da virada. Em jogada de escanteio, Wilian Simões cruzou na primeira trave, e Camutanga testou para o fundo das redes. 2×1.

O atacante Esquerdinha ainda fez o gol de empate aos 23 minutos da etapa final, mas estava em posição de impedimento.

O Sampaio acabou cometendo uma que resultou no terceiro gol do Náutico, aos 41 minutos com Jhonnatan, que chutou uma bola no cantinho, indefensável para Andrey.

Depois do terceiro gol o Timbu valorizou a posse de bola. Alex Henrique recebeu uma bola, avançou pela direita e chutou forte, mas a bola passou por cima do travessão desperdiçando assim a chance de diminuir o placar.(Foto: Sampaio Corrêa-Redes Sociais do clube).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *