Câmara de Vereadores de Imperatriz adere à campanha de prevenção ao suicídio

Com a adesão, a proposta é promover eventos que abram espaço para debates sobre suicídio e divulgar o tema alertando a população.

Câmara de Vereadores de Imperatriz/ Divulgação 

IMPERATRIZ – A Câmara Municipal de Imperatriz aderiu à campanha mundial Setembro Amarelo, uma série de iniciativas e eventos em todo o Brasil, promovidos por redes de instituições públicas e privadas de prevenção ao suicídio. O mês de setembro foi escolhido para a campanha porque, desde 2003, o dia 10 de setembro é o Dia Mundial de Prevenção do Suicídio.

Vereadores e servidores da Casa usaram um laço amarelo, simbolizando a cor do girassol, o símbolo mundial da campanha de prevenção ao suicídio.

A ideia é promover eventos que abram espaço para debates sobre suicídio e divulgar o tema alertando a população sobre a importância de sua discussão.

Integrantes do Programa Saúde Mental da Prefeitura apresentaram, durante Tribuna Popular, a programação dos eventos e as estratégias para envolver o maior número possível de instituições e entidades na discussão do problema.

O suicídio é um problema de saúde pública e um fenômeno que não tem uma única causa definida, mas é influenciado por uma combinação de fatores, como transtornos mentais e questões socioculturais, genéticas, filosófico-existenciais e ambientais.

A adoção de medidas preventivas se torna ainda mais necessária se considerarmos que aproximadamente 75% dos casos de suicídio ocorrem em países de renda baixa ou média que nem sempre dispõem de sistemas de saúde acessíveis a toda população.

Em Imperatriz, o sistema de saúde pública municipal dispõe de uma rede de apoio para quem precisa cuidar da saúde. A população pode procurar as Unidades Básicas de Saúde, UBS, os Centros de Atenção Psicossocial (CAPS) e o Ambulatório de Saúde Mental.

“É nossa obrigação lembrar da importância que é a vida de cada pessoa para sua família e seus amigos. Queremos alertar para que procurem ajuda, pois existem profissionais capacitados para isso”, disse o presidente da Câmara, José Carlos Soares.

A campanha prossegue até o dia 30 deste mês. No Brasil, é incentivada pelo Centro de Valorização da Vida (CVV), Conselho Federal de Medicina (CFM) e Associação Brasileira de Psiquiatria (ABP) e redes de apoio de estados e municípios.

Segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), anualmente ocorrem 12 mil suicídios por ano. No mundo, são mais de 800 mil ocorrências, isto é, uma morte por suicídio a cada 40 segundos.(Foto: Assessoria).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *