“Com todo respeito ao Imperatriz, mas a gente pensava na vitória”, diz Cascata

O jogador do América de Natal entrou no segundo tempo e deu uma maior movimentação ao time que por pouco não chegou a abrir o placar contra o Imperatriz.

Maranhão Noticias

IMPERATRIZ – O meia Cascata disse que, mesmo respeitando o adversário, o América de Natal pensava em uma vitória contra o Imperatriz, mas após a partida avaliou que seu time “tem que valorizar muito o ponto” conquistado fora de casa. Ele lembrou que o América teve uma viagem desgastante e que o Imperatriz é um time forte, com apoio de sua torcida.

“Nós temos que valorizar muito esse ponto, náo acredito que os outros times que vier aqui dentro vão conseguir tirar ponto do Imperatriz, até pela qualidade da equipe”, disse.

Cascata destacou que seu time jogou na quinta-feira pela Copa do Nordeste, passou toda a sexta-feira viajando e só chegou em Marabá, (PA) na madrugada de sábado. De Marabá para Imperatriz o time veio de ônibus.

Equilibrio do Grupo “A06

O atleta, que é uma das referências do “Mecão”, como é chamado o time por sua torcida, avaliou que a Série “D” é uma competição difícil.

O fato de nenhum time do grupo ter conseguido vencer, também, foi apontado por Cascata como uma demonstração de que a competição não vai ser fácil.

“Não vai ter facilidade, a grandeza do clube fala por si só, mas temos que representar isso dentro de campo. Temos que respeitar a equipe do Belo Jardim, a equipe do Imperatriz que desbancou a equipe do Sampaio Correia e acabou perdendo a final e valorizar tudo o que nós viemos a conquistar”, destacou.

O meia lembrou que o fato de América já esteve na elite do futebol nacional aumenta a responsabilidade dos jogadores em levar o time para um local de destaque como é o caso do acesso para a Série ‘C”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *