Covid-19: notificados os primeiros casos de transmissão comunitária no Maranhão, diz Carlos Lula

Os primeiros casos de transmissão comunitária se deram no fim de semana, em São Luís.

Maranhão Notícias

SÃO LUÍS – Todo cuidado é pouco. Em entrevista coletiva no Palácio dos Leões, sede do governo do Estado, na tarde desta segunda-feira (30), o secretário de Estado da Saúde, Carlos Lula disse que no Maranhão já ocorre a transmissão comunitária do novo coronavírus (Covid-19). Nesse tipo de transmissão não é possível saber a origem da infecção devido ao vírus já circular entre as pessoas, independentemente, de elas terem ou não viajado para áreas de risco como países com casos da doença.

A declaração tem como base, segundo o secretário, alguns pacientes que testaram positivo no fim de semana e não tiveram viagens ao exterior ou contatos com casos suspeitos ou confirmados.

Carlos Lula anunciou mudanças no sistema de saúde estadual para receber casos suspeitos e confirmados pelo novo coronavírus no Maranhão.

Como fica

Em São Luís apenas as Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) do Itaqui-Bacanga, Cidade Operária e Vinhais vão receber pacientes com suspeitas de transmissão pelo novo coronavírus. Nesses três locais os pacientes vão passar por triagem pelos médicos e, conforme o quadro que apresentarem, serão encaminhados para isolamento domiciliar ou, nos casos graves, para os hospitais.

Casos leves: pacientes terão alta e devem receber orientações para ficarem em isolamento domiciliar;

Casos moderados: internações no Hospital Carlos Macieira, Hospital das Clínicas Integradas, Hospital da Mulher, Hospital Universitário Presidente Dutra e Hospital de Traumatologia e Ortopedia do Maranhão (HTO);

Casos graves: internações na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital Carlos Macieira, Hospital das Clínicas Integradas, Hospital da Mulher, Hospital Universitário Presidente Dutra e Hospital de Traumatologia e Ortopedia do Maranhão (HTO).

Em Imperatriz

As pessoas com sintomas de gripe, febre e outros sintomas, mas leve são orientadas a procuraram as Unidades Básicas de Saúde(UBS) e estas podem encaminhar os casos suspeitos para a Unidade de Pronto Atendimento(UPA) São José ou Unidade de Pronto Atendimento (UPA) da Bernardo Sayão. Na UPA São José é providenciada coleta de material para exames e o paciente é orientado a ficar em isolamento domiciliar até que saia o resultado. Se o caso fo grave o paciente vai direto para o Hospital Macrorregional ou leitos no Hospital Municipal de Imperatriz(HMI).

Na rede privada, os casos suspeitos estão sendo recebidos por dois hospitais, o Santa Mõnica(adultos) e o da Unimed(crianças). Nos dois, o paciente passa por triagem e dependendo do quadro clínico poderá ser internado ou orientado a fazer isolamento domiciliar.

 

(Foto: Reprodução You Tube).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *