DHPP investiga morte de filho de militar da PM em Imperatriz

A morte de Roger foi o sétimo homicídio de agosto e 65º deste ano em Imperatriz. Em agosto de 2018 foram registrados 11 homicídios.

Maranhão Notícias

IMPERATRIZ –A Delegacia de Homicídios e Proteção a Pessoa(DHPP) abriu inquérito e começou ouvir testemunhas para apurar a morte do jovem Roger Amorim de Sousa, ocorrido nesse domingo na rua D.Pedro II, no Parque do Buriti, em Imperatriz. A vítima é filho de um major da Polícia Militar lotado na cidade.

Os levantamentos iniciais da polícia dão conta que o autor chegou ao local, teve uma rápida conversa com a vítima e de arma em punho a mandou deitar e a executou com tiros na cabeça.

Para a polícia os levantamentos até agora apontam que Roger foi morto por engano, uma vez que o autor teria discutido com um rapaz, se afastou do local e retornou com uma arma e cometeu a execução. Antes de apertar o gatilho, a vítima teria respondido ao atirador negando ter tido qualquer desentendimento com o suspeito.

Investigadores da DHPP já identificaram o suspeito como sendo Eden Piter de Oliveira e chegaram a fazer buscas para prendê-lo, mas sem sucesso até agora.(Foto: Maranhão Notícias).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *