Dois mortos e um ferido em emboscada em reserva indígena no Maranhão

A Polícia Federal em Imperatriz foi avisada pelas lideranças indígenas que apura o caso.

Maranhão Notícias

BOM JESUS DAS SELVAS – Duas pessoas morreram e uma terceira ficou ferida num confronto a tiros na Terra Indígena Araribóia, na área do município de Bom Jesus das Selvas, a 466 Km de São Luís. Morreram no tiroteio o indígena Paulo Paulino Guajajara, conhecido como o “Lobo Mau”, e um madeireiro. O líder indígena Laércio Souza Silva ficou gravemente ferido.

As mortes aconteceram dias depois de lideranças indígenas terem denunciado ameaças por parte de madeireiros, sendo que o clima de apreensão aumentou depois da apreensão de veículos utilizados na extração ilegal de madeira na área indígena.

Após levantamentos o madeireiro/caçador que morreu foi identificado apenas como sendo Gleison da Cikel. O indígena Laércio Guajajara foi socorrido ao Hospital Municipal de Imperatriz(HMI), gravemente ferido.

Coordenadores da Terra Indígena Araribóia informaram à imprensa que uma equipe da Polícia Federal de delegacia de Imperatriz foi acionada para o local em atendimento a solicitação da Secretaria de Segurança Pública do Estado. Um helicóptero será usado na operação que visa retomar a ordem na região, uma vez que a situação  assombra moradores do município.

Histórico

A tribo que teve um integrante morto e outro ferido integra faz parte da Terra Indígena Araribóia que reúne as etnias indígenas Guajajaras e Awá-Guajás e Ka’apor. Eles integram o grupo “Guardiões da Floresta” conhecido por proteger a natureza. Segundo o site G1, a Funai não se manifestou sobre o assunto. Há histórico de confusão entre brancos de índios na região.(Foto: Vítimas do confronto- Divulgação).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *