Flamengo vence Independiente dell Valle e conquista Recopa Sul-Americana

Gabigol e Gerson fizeram os gols da vitória do Flamengo por 3 a 0, no Maracanã lotado.

Maranhão Notícias

RIO DE JANEIRO – É campeão de novo! Após o empate em Quito, na semana passada, o Flamengo recebeu o Independiente dell Valle, no Maracanã, na noite dessa quarta-feira(26), venceu e garantiu o título da Recopa Sul-Americana. Ainda estamos em fevereiro, mas este já é o segundo título do Rubro-Negro em 2020, o primeiro foi o de campeão da Supercopa do Brasil.

Com apoio de quase 70 mil torcedores, o Flamengo construiu uma vitória sólida contra os equatorianos. O time comandado por Jorge Jesus chegou a passar sustos, mas prevaleceu a força de seu elenco, com destaque para o atacante Gabigol que abriu o placar e o volante Gerson que marcou duas vezes, garantindo o incontestável placar de 3 a 0.

Com o Independiente dell Valle bem fechado e com boa transição de jogo, o Flamengo teve problemas para furar o bloqueio no primeiro tempo. O adversário adiantou a marcação e praticamente em todas as jogadas os atacantes estavam ficando em impedimento, mas ainda, assim aos 17 minutos Gabigol quase abriu o placar. Em jogada na área o goleiro Pinos saiu no abafa, deu rebote e o atacante rubro-negro tocou para o gol vazio e o zagueiro Segovia conseguiu salvar.

No minuto seguinte(18min.) Segovia não foi tão eficiente e acabou colaborando para Gabigol deixar sua marca. O zagueiro tentou recuar a bola de cabeça para o goleiro, no entanto o cabeceio foi forte e bola bateu no travessão e no retorno o atacante a empurrou para as redes.

O Independiente chegou a assustar, aos 37 minutos, em jogada de Sanchéz em que Diego Alves fez grande defesa.

O primeiro tempo terminou com o Flamengo apenas com dez jogadores em razão da expulsão de William Arão após entrada forte no peito de Caicedo. Com o uso do WAR o árbitro aplicou o cartão vermelho ao volante, situação que deu fôlego aos equatorianos que passaram a atacar mais e chegaram a 70% de posse de bola.

No segundo tempo o Flamengo manteve a pegada e ampliou o placar aos 16 minutos com o meio Gerson. A jogada do gol foi toda de Gabigol e na sobra de bola o meia mandou um chute cruzado que venceu o goleiro Pinos.

Após os 35 minutos o Flamengo diminuiu o ritmo de jogo, mas sem abrir mão de atacar. Foi assim que aos 43 minutos, Gerson voltou a marcar e dá números finais a partida. Num contra-ataque de manual, Gabigol lança para Vitinho, que puxa a marcação e toca para Gerson bater colocado e ampliar.

As equipes terminaram a partida com dez jogadores cada uma. O Flamengo sem William Arão expulso por jogada violenta e o Independiente dell Valle sem Cabeza, expulso após falta dura em Léo Pereira.

O resultado faz jus ao Flamengo, que teve maior posse de bola no jogo e foi eficiente no ataque, com destaque para Gabigol que estava em noite inspirada.

Escalação do Flamengo

Diego Alves, Rafinha, Gustavo Henrique, Léo Pereira, Filipe Luís; Willian Arão, Gerson, De Arrascaeta (Vitinho), Everton Ribeiro (Michael), Pedro (Thiago Maia); Gabriel Barbosa.

(Fotos:Alexandre Vidal-Flamengo)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *