Identificado casal encontrado morto a tiros na área da “Estrada do Arroz”, em Imperatriz

As vítimas foram identificadas como Robenilson Maciel Almeida, e Sueli Santiago Torres,  usuários de droga.

IMPERATRIZ – A Polícia Civil informou à imprensa, no fim da tarde de sexta-feira (2), a identidade do casal encontrado morto a tiros num terreno esmo após o campus do IFMA, sentido Centro a zona rural, na área da “Estrada do Arroz”.

As vitimas Robenilson Maciel Almeida, vulgo ‘Boi’, e Sueli Santiago Torres, ambas usuárias de droga e faziam pequenos furtos para sustentar o vicio. A morte foi execução pelo envolvimento com o tráfico de entorpecentes.
Robenilson Maciel, de 42 anos, e Sueli moravam juntos, como marido e mulher na Rua Tancredo Neves, no bairro Sol Nascente.

Segundo informações do delegado Praxisteles Martins, da Delegacia de Homicidios e Proteção a Pessoa (DHPP), o casal foi executado com tiros na cabeça.

Em entrevista à TV Mirante, o delegado regional, Eduardo Galvão disse que o duplo homicídio e o assassinato de Lucas Leonel Guerreiro estão ligados ao tráfico de drogas. Segundo ele, “quando há uma apreensão de droga, que há um prejuízo para os traficantes geralmente quem pediu esse entorpecente tem que pgar de uma forma ou de outra”. Nesse caso, com a própria vida.

Na cena do crime os policiais encontraram uma capsula de bala de pistola ponto 40. Um ex- policial militar identificado como Wellington Alcântara Pinto foi preso, na tarde de sexta-feira (2), como suspeito pelo crime. ( Foto: Reprodução vídeo).

Texto alterado às 11h58 para atualização de informação sobre a autoria do crime.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *