Imperatriz e demais clubes da Série C pedem nova cota de auxílio a CBF

O documente com o pedido será protocolado pelos presidentes de clubes nesta segunda-feira na CBF.

 

Maranhão Notícias

IMPERATRIZ – Os clubes que vão participar este ano do Campeonato Brasileiro da Série “C”, pretendem protocolar nesta segunda-feira(29), um documento na Confederação Brasileira de Futebol(CBF), com pedido à entidade de mais uma de auxílio financeiro. O valor pretendido seria R$ 200 mil para bancar as despesas básicas das agremiações tendo em vista que devido a pandemia elas paralisaram as atividades e ficaram sem condições de arrecadar.

O vice-presidente e gerente de futebol do Imperatriz, um dos líderes desse movimento que reúne presentes e vice-presidentes dos clubes que vão participar da Terceirona, disse que os clubes estão otimistas.

O dirigente ressaltou que o valor da primeira parcela recebida pelo Imperatriz foi empregado no pagamento de salários de jogadores e algumas despesas do Cavalo de Aço. Ele disse que a diretoria negociou com os atletas e houve até redução de salário para assegurar a quitação de vencimentos, mas que o clube atualmente está sem caixa e o elenco já tem um mês de salários para receber.

“Essa questão da ajuda financeira partiu dos atletas do Imperatriz, que se reuniram, criaram um grupo de WhatsApp e um movimento muito grande, inclusive ajudei com as assinaturas que foram mandadas à CBF. Daí foi feito outro documentos com presidentes da série C e a gente foi mais afundo e encaminhou para a CBF, que repensou e mandou aquela ajuda financeira”, relembrou Rodrigo Oliveira em live especial no perfil do portal Maranhão Notícias no Instagram. O vídeo, ainda, está disponível.

Críticas

O dirigente fez questão de demonstrar seu descontentamento com a forma como os clubes são tratados pela CBF. Segundo ele, há grande diferença entre o tratamento dado pela entidade aos clubes das Séries ”C” e “D”, sendo que estes são desvalorizados em relação aos das Séries “A” e “B”.

Caso das transmissões esportivas

Rodrigo Oliveira revelou que o clube está montando uma equipe jurídica forte para resolver um problema grave relacionado a contrato e direito de imagem.

Oliveira adiantou que tomou conhecimento da quebra de contrato entre a CBF e o canal DAZN e o Imperatriz e demais clubes nunca receberam sore jogos já realizados.

“Um exemplo é o Santa Cruz vem jogar com o Imperatriz aqui e o Imperatriz tem que receber uma certa quantia e isso nunca foi repassado aos clubes, então a gente montou uma equipe jurídica para resolver esse tipo de situação”, exemplificou.(Foto:Divulgação).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *