Imperatriz vence ABC, mantém bom retrospecto em casa, e retorna ao G4 da Série C

O Cavalo de Aço venceu por 1 a 0, com gol do atacante Rayllan no segundo tempo; O técnico Paulinho Kobayashi tem méritos por inovar e mudar o time na hora certa.

Maranhão Noticias

IMPERATRIZ – A vitória do Imperatriz contra o ABC, na noite desse sábado(10), foi um presente inesquecível na véspera do Dia dos Pais torcedores do Colorado. Com gol do atacante Rayllan que saiu do banco para mais uma vez ser decisivo, o Cavalo de Aço venceu o adversário potiguar e chegou a vice-liderança do Grupo “A” com 24 pontos e se mantém na briga pela classificação para o mata-mata da Série “C”. O ABC é o vice-lanterna com 14 pontos.

Com muitos pais nas arquibancadas, o Imperatriz tinha motivos de sobra para vencer, mas o adversário começou melhor.

Paulinho Kobayashi optou por fazer mudança na escalação em relação ao jogo anterior contra o Santa Cruz em que o time perdeu de virada com dois gols em menos e cinco minutos, já nos descontos.   Aelson foi a novidade na lateral esquerda, mas o resultado não foi o esperado.

O time passou a ter problemas na zaga e o comandante se viu obrigado a queimar substituições,  situação que em jogos anteriores só acontecia no segundo tempo como a saída, do então titular da lateral direita  Jonas para a entrada de Gabriel Paulino.  O lateral esquerdo Aelson, que vinha de recuperação de uma lesão, reclamou de dores e foi substituído pelo experiente Renan Luis.

Com as mudanças o Imperatriz restabeleceu o sistema defensivo e o ataque passou a criar mais. O jogo era aberto.

Como, também, precisava da vitória o ABC estava contra-atacando, criando jogadas e perdeu em torno de três chances de marcar na etapa inicial com destaque para a atuação do goleiro Jean. O Cavalo, também, teve chances, mas sem bom aproveitamento.

No segundo tempo o Imperatriz começou com mais intensidade. A última substituição do Cavalo foi a entrada do atacante Rayllan, que levou o time a aumentar a pressão sobre o adversário. O gol era questão de tempo e veio aos 20 minutos com o predestinado Rayllan. Lucas Campos conseguiu recuperar a bola no meio de campo, invadiu a área e mandou uma bomba. A bola bateu na trave e voltou para o baixinho sobrinho do ídolo Batoré, que mandou para o fundo das redes. Imperatriz 1 x0.

O técnico Roberto Fernandes fez mudanças que deixaram o time potiguar mais ofensivo, era tudo ou nada, mas após o gol, o Imperatriz passou a administrar mais o resultado. O goleiro Jean valorizou a posse de bola e ganhou minutos preciosos após um choque na área. Uma das recomendações da comissão técnica e até a presidência em reunião recente era evitar tomar gols nos últimos minutos como aconteceu com o Santa Cruz, uma lição que o time parece ter aprendido bem.

O ABC ainda teve uma jogada de perigo com um contra-ataque rápido de Dione com assistência a Wallysson, que chutou forte para fora. O Cavalo, também, quase marcou o segundo gol com Lucas Campos. A Torcida do Imperatriz já gritava que jogo acabou e o árbitro apitou o fim da partida para alívio e comemoração efusiva dos pais torcedores. Os jogadores agradeceram a torcida. Rayllan, por exemplo, dedicou o gol aos pais e lembrou que, também, é pai.

Próximos jogos

O Imperatriz vai voltar a campo no sábado(17). Às 19h quando vai receber o Ferroviário-CE, no Frei Epifânio. Já o ABC vai receber o Sampaio, no Frasqueirão, às 19h15, no mesmo sábado.(Foto: Johan Breno, da Assessoria do Imperatriz).

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *