MP recomenda que agências bancarias evitem aglomerações de idosos

Os bancos têm prazo de 72 horas para responder ao Ministério Público sob pena de responsabilização.

Ministério Público Estadual/Divulgação

IMPERATRIZ – O Ministério Público do Maranhão expediu Recomendação nesta terça, 31, orientando que as agências bancárias em Imperatriz evitem aglomeração de clientes, especialmente de pessoas idosas, em suas instalações e no entorno durante o horário de funcionamento. As instituições financeiras têm 72h para responder ao MPMA sob pena de responsabilização.

O documento é assinado pelo titular da 4ª Promotoria de Justiça Especializada na Defesa do Idoso e da Pessoa com Deficiência de Imperatriz, Joaquim de Souza Júnior. O promotor ressalta que a medida pretende evitar o contágio do coronavírus (Covid-19).

Dentre as medidas, os bancos devem providenciar que saques e demais operações bancárias sejam realizadas mediante entrega de senhas ou por meio de outras formas de controle de fluxo de pessoas.

As instituições financeiras devem também adotar, de forma criteriosa e absoluta, o distanciamento não inferior a dois metros entre um cliente e outro. O documento orienta, ainda, destinar um funcionário exclusivamente para organizar as filas e o acesso dos clientes à agência, dentro e fora do estabelecimento.

“É de conhecimento do Ministério Público que há aglomerações de clientes nas agências bancárias no município. É unânime por parte das autoridades sanitárias a recomendação para evitar estas aglomerações como forma de diminuir o contágio pelo coronavírus (Covid-19), principalmente no que tange à aglomeração de idosos e demais grupos de risco, segmentos cuja letalidade pelo coronavírus (COVID-19) é maior”, destaca o promotor de justiça, Joaquim Júnior.

(Movimentação numa agência bancaria da cidade na segunda-feira. Foto:Vanusa Cavalcante- Divulgação).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *