Operação da Polícia Civil contra o tráfico de drogas cumpre mandados de prisão e prende cinco em flagrante

A ação foi realizada durante toda essa quinta-feira(12), em Imperatriz e municípios da Região Tocantina e no Estado do Tocantins com a participação de cerca de 70 policiais civis.

Maranhão Notícias com informações da assessoria 

IMPERATRIZ – Em uma operação contra o tráfico de drogas policiais a Delegacia de Repressão ao Narcotráfico de Imperatriz, em Imperatriz cumpriram 38 de um total de 44 mandados de prisão e 21 mandados de busca e apreensão em Imperatriz e região.  Os mandados foram expedidos pelo Juízo da Central de Inquéritos e Custódia de Imperatriz.

Na operação “Volgus” foram desarticulada quadrilhas do tráfico e associação para o tráfico. Durante as investigações, os investigadores identificaram seis grupos criminosos e com cerca de quatro meses de atuação na cidade e região.

As investigações apontaram que 38 pessoas efetivamente foram presas em decorrência de mandados de prisões, mas 21 delas já estavam custodiadas em Unidades Prisionais de Imperatriz, Davinópolis, São Luís e Balsas.

Foram cumpridos 21 mandados busca e apreensão domiciliar em imóveis situados nas cidades de Imperatriz e São Miguel do Tocantins e cumpridos mandados de prisões nas cidades de Imperatriz, Balsas, São Luís, além de São Miguel do Tocantins. Três pessoas, ainda, se encontram foragidas no Tocantins.

Na operação foram lavrados cinco Autos de Prisões em flagrantes, que totalizaram sete pessoas presas pela prática de crimes de posse irregular de arma de fogo, tráfico de drogas e associação ao tráfico de drogas, resultando a apreensão de mais de ½ Kg (meio quilo) de drogas, duas armas de fogo  e várias munições, balanças de precisão, além de vasta quantia em dinheiro.

Parcerias

A ação contou com o apoio operacional da Superintendência Estadual de Repressão ao Narcotráfico (SENARC) , da 10ª Delegacia Regional de Imperatriz em parceria da 9ª Delegacia Regional de Açailândia, 11ª Delegacia Regional de Balsas, Delegacia de Homicídios de Imperatriz e DEIC da Policia Civil do Tocantins, bem como apoio logístico do Ministério Público de Imperatriz e do Sistema Penitenciário. A ofensiva contou com  aproximadamente 70 policiais civis.(Foto: Assessoria-Divulgação).

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *