Polícia Federal investiga atentado contra indígenas na BR-226, no MA

A ação contra os índios se deu por volta do meio dia desse sábado(7).

Maranhão Notícias

SÃO LUÍS – A Polícia Federal vai investigar o atentado contra índios da etnia Guajajara, no início da tarde deste sábado (7), que resultou na morte de dois indígenas e ferimento a bala em outros dois na BR-226 entre os municípios de Barra do Corda e Grajaú. Ninguém foi preso. Após o atentado, indígenas da Aldeia Cana Brava, onde moravam as vítimas, interditaram a BR-226 com pedaços de madeira, galhos de árvores entre outros.

Os ataque foi por volta do meio dia nas imediações da Aldeia Ebetel quando um carro branco se aproximou e vários tiros foram disparados provenientes de seu interior. A Funai informou que o grupo saia da Aldeia Coquinho, onde participaram de uma reunião juntamente com representantes de várias aldeias da região com representantes da Eletronorte para tratar de compensação aos indígenas sobre a passagem do Linhão de Energia Elétrica pela reserva indígena.

A Funai está acompanhando o caso de perto, sendo que o representante da entidade em Imperatriz viajou para a área acompanhando do secretário de Estado da Segurança Pública.(Fotos: Divulgação).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *