Polícia Rodoviária anuncia que vai usar radares móveis nas fiscalizações em rodovias do país

A fiscalização com o retorno dos radares foi determinada pela Justiça.

Maranhão Notícias

BRASÍLIA – A Polícia Rodoviária Federal(PRF) informou nessa segunda-feira(23), que vai cumprir a decisão judicial que determina a retomada da fiscalização de velocidade por meio de radares nas rodovias federais do país.

Em nota, a instituição observou que dispõe de levantamento sobre os trechos com maior risco de acidentes de trânsito que vão receber a fiscalização com a utilização de radares. A PRF acrescentou que vai desenvolver fiscalização com o uso de radares em 5 mil quilômetros de rodovias federais do país. No Maranhão estão incluídos no mapa da PRF trechos das rodovias BR-135, BR-010, BR-222, BR-230,

Confira a nota da PRF

Nota à imprensa – Reativação da fiscalização com uso de radares móveis e portáteis

A Polícia Rodoviária Federal (PRF), assessorada pela Advocacia-Geral da União (AGU), informa que adotou todas as providências necessárias para o cumprimento da decisão judicial proferida pelo Exmo. Juiz Federal Substituto da 1ª Vara – SJ/DF, Marcelo Gentil Monteiro, restabelecendo a fiscalização de velocidade por meio de radares no prazo estipulado.

Assim, informamos que, a partir desta segunda-feira (23), todas as Superintendências da PRF possuem equipamentos disponíveis e estão orientadas a incluir a fiscalização de velocidade em seu planejamento operacional.

Estudos técnicos apontaram 500 trechos de 10 quilômetros de extensão cada, com maior criticidade de acidentes de trânsito, classificados independentemente de sua causa, passíveis de serem fiscalizados com o uso de radares.

A PRF poderá, portanto, desenvolver a fiscalização de radares nestes 5 mil quilômetros de rodovias federais, cuja consulta encontra-se disponível através do link: https://portal.prf.gov.br/policiamento-e-fiscalizacao/fiscalizacao-velocidade.

Por fim, salientamos que a fiscalização de velocidade realizada pela PRF é pautada pela estreita observância dos requisitos legais estabelecidos para sua execução, tendo por base os princípios da transparência e ostensividade, primando sempre pela promoção da segurança viária e a consequente preservação da vida.(Foto: PRF-Divulgação).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *