Publicado decreto que permite reabertura gradual do comércio em Imperatriz

A principal novidade será a reabertura gradual do comércio, com restrições, no município.

Maranhão Notícias

IMPERATRIZ – Publicado, neste sábado (16), pela Prefeitura de Imperatriz, o novo decreto sobre as medidas de distanciamento social durante a pandemia do novo coronavírus começa a valer na segunda-feira (18). A principal novidade do decreto é a flexibilização que permite a reabertura gradual do comércio no município.

O documento autoriza a volta parcial do comércio da cidade, de serviços não essenciais, mas condiciona essa flexibilidade ao cumprimento das normas sanitárias para prevenção da Covid-19.

Conforme o novo decreto os estabelecimentos comerciais de serviços não essenciais poderão funcionar apenas com delivery ou drave-in e serão obrigados a colocar fita de isolamento na entrada do local para garantir distanciamento.

Já as autoescolas, revenda de carros e motos poderão operar com agendamento. Casas que comercializam material de construção, produtos e insumos agrícolas poderão funcionar com o expediente completo, mas devem evitar aglomerações e por esta razão terão de evitar filas.

“Os decretos não estavam segurando as pessoas em casa, estavam nas ruas, por falta de medo, ou por necessidade mesmo. Vamos continuar com as regras rígidas de combate à pandemia e cumprir as medidas sanitárias.  Fiscalizaremos e até suspenderemos alvarás do comércio, para aqueles que desrespeitarem as normas”, declara o prefeito de Imperatriz, Assis Ramos.

“Nós não estamos fazendo uma abertura geral do comércio. A forma drive-in e drive thru, funciona no mundo todo, em Imperatriz também vai funcionar, como vimos no dia das mães. Teremos uma retomada gradual da economia. Nosso decreto é inovador, pois vamos manter as medias de segurança. A atividade econômica vai funcionar de forma segura”, disse o secretário de governo, Eduardo Sousa.

Serviços essenciais

Como havia adiantado em live e em entrevistas pelo prefeito Assis  Ramos, os serviços essenciais continuam funcionando. No caso dos serviços não essenciais o funcionamento será com restrições como o controle de pessoas entrando nas empresas apenas para pagamentos, e dependendo do porte da empresa, pode entrar até três pessoas por vez.

As empresas do serviço não essencial devem assinar um termo de compromisso se responsabilizando para cumprir as normas do decreto. Em caso desobediência, a Prefeitura tomará medidas mais severas, como a cassação do alvará. O termo deve ser enviado digitalizado para o e-mail da Associação Comercial de Imperatriz: acii@aciima.com.br. Já no estabelecimento, o documento deve ser colocado ao lado do alvará, para que a fiscalização observe o cumprimento das exigências.(Foto:Arquivo).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *