Sampaio reencontra o Confiança-SE numa das semifinais da Série C

O Sampaio Corrêa abriu o placar, viu o adversário empatar duas vezes, mas teve forças para vencer e conquistar o acesso para a Série B em 2020.

Maranhão Notícias

SÃO LUÍS – Sampaio Corrêa e Confiança-SE vão fazer o primeiro jogo da fase de semifinais do Campeonato Brasileiro da Série C. A “Bolívia Querida”, se classificou e garantiu vaga na segunda divisão do campeonato nacional após vencer o São José por 3 a 2, no Castelão enquanto que o Confiança empatou por 1 a 1 com o Ypiranga na casa do adversário. O Dragão garantiu vaga porque havia vencido a primeira partida, em casa, por 1 a 0.

No Castelão o Sampaio preparou toda a festa, a torcida compareceu em massa(26 mil torcedores), mas em campo o time encontrou um adversário duro.

O Tricolor maranhense saiu na frente no placar com um gol de pênalti convertido por Salatiel, aos 10 minutos do primeiro tempo.

No segundo tempo o Sampaio voltou, ainda, melhor, com toques de bola e chegou com perigo ao gol adversário e o São José explorou os contra-ataques. Num deles, com infiltrações de Maradona e Matheusinho o time Zequinha chegou ganhou uma falta e na cobrança de Rodrigo Andrade, Lucão fez o gol de empate

O gol mexeu com o Sampaio que foi para cima e desempatou mais uma vez com Salatiel.

Parecia tudo decidido, mas não combinaram com o São José. Em vacilo na zaga, Maradona deu uma arracada da defasa para o ataque e cruzou rasteiro para Matheusinho empatar o jogo.

Com o resultado e o visitante mais a vontade em campo, restou ao Sampaio decidir o jogo ou correr o risco de sofrer a virada. Deu a lógica. O Bolivão voltou a marcar aos 32 minutos com o gol contra do atacante Luiz Eduardo. A partir daí o São José não teve mais forças para buscar o placar e o Sampaio passou a valorizar a posse de bola até o apito final e a comemoração de torcida e jogadores.

O Sampaio vai enfrentar o Confiança-SE , um velho conhecido, em busca do titulo da Série C. O principal objetivo do ano já foi alcançado que é o acesso a Série B um ano após a queda.(Foto: Elias Auê, site do Sampaio).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *