SAMU Regional de Imperatriz cria grupo de elite especializado em resgates de vítimas

O treinamento se deu durante todo o domingo na Ponte Dom. Afonso Gregory, sobre o Rio Tocantins, em Imperatriz.

Maranhão Notícias com informações da assessoria 

IMPERATRIZ – O Serviço de Atendimento Médico de Urgência (SAMU Regional Imperatriz) acaba de criar um grupo especializado em resgate de vítimas de acidentes em locais de difícil acesso.

Composto por 18 integrantes, o Grupo de Elite, Emergência e Resgate, GREES, do SAMU, foi criado após treinamento ministrado pelo Grupamento de Bombeiros Civis sobre resgate de pacientes em locais de difícil acesso realizado durante todo o domingo,25, na Ponte Dom Afonso Felipe Gregory.

“Este curso é inédito, mostra o compromisso da gestão do nosso prefeito Assis Ramos com a capacitação dos nossos servidores, inclusive nesta semana também realizamos a capacitação dos outros servidores no Humaniza Saúde, mas esta capacitação é importantíssima para melhorarmos o atendimento e aumentar a possibilidade de salvar vidas das pessoas atendidas pelo SAMU”, concluiu o secretário de saúde, Alair Firmiano que esteve presente e ainda participou do treinamento ao fazer um rapel na ponte.

O coordenador geral do SAMU Regional, Alexsandro Freitas disse que a criação do grupo de elite é um marco na história da cidade e vai possibilitar a ampliação do atendimento da instituição numa área antes feita por outras instituições.

“Apesar de resgate de emergência ser feito por equipes de segurança bombeiro e polícia, mas o SAMU a partir de hoje cria um grupo de elite, também, nesse sentido para atender em qualquer situação que a vítima esteja, seja ela em um precipício, seja ela dentro da água ou num espaço confinado”, anuncio Alexsandro Freitas.

O treinamento consistiu em etapas nas quais os participantes aprenderam sobre amarrações e nós com a utilização de cabo solteiro, uma espécie de corda de 6 metros que suporta até 2.500 kg, descida em rapel da ponte, uso da prancha para imobilizar paciente e resgate em espaço confinado e subida em local de difícil acesso. Na oportunidade, os participantes simularam socorro de paciente em abismo com a remoção deste numa escada humana pelas ribanceiras até a ambulância.

Técnico e socorrista do SAMU há dez anos, Francisco Wilson Sousa Silva se mostrou feliz em coordenar o curso que reúne profissionais do SAMU escolhidos de forma criteriosa. Ele destacou que a capacitação será importante no trabalho do SAMU em benefício da população.

O treinamento teve a duração de todo o dia para simular um grande acidente com vítimas, situação que pode ocorrer num hipotético acidente de avião, por exemplo.(Fotos: Patrícia Araújo, da Assessoria).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *