Termina nesta segunda exposição de mini presépios de 22 países em Imperatriz

Na exposição estão presépios de 22 países, confeccionados em vários materiais. 

Maranhão Notícias

IMPERATRIZ – Com o tema “Menino Jesus, Casa Comum de Todos os Povos”, termina nesta segunda-feira(23), antevéspera de Natal, a tradicional exposição de presépios em miniaturas. A apresentação ocorre desde sábado na residência da curadora, Conceição Formiga, na rua Godofredo Viana,1020, entre as ruas Benedito Leite e Luís Domingues, Centro, com entrada franca das 8h às 22h30.

Na edição deste ano estão em exposição 320 exemplares de 22 países e quatro Continentes. Todos os anos, a curadora vem aumentando a coleção de mini presépios confeccionados em vários materiais como barro, porcelana, palha e barbante.

“A gente fica impressionada pela criatividade das pessoas. Ganhei um presépio do Ceará, confeccionado em barbante com linhas douradas, adquiri um Gramados(RS), de porcelana e onde vou meu pensamento está sempre nos presépios ou terços”, revelou Conceição Formiga. Em maio ela costuma realizar uma exposição de terços com exemplares de vários países.

Iniciada em 2005, a exposição de presépios foi uma forma que a curadora encontrou para divulgar o Natal. O presépio mais antigo é um adquirido pela família dela em 1975 que tem um local especial na exposição.

“Eu não tenho árvore de Natal porquê umas das razões para eu colecionar é divulgar o verdadeiro símbolo do Natal, o presépio. A árvore de Natal é coisa das pessoas que fizeram comercialmente, mas o verdadeiro símbolo do Natal é o presépio”, justificou.

Visitas

Desde a abertura, dezenas de pessoas já passaram pela exposição. Dentre as visitas está a de dona Aldenora, de 89 anos, uma velha amiga de Conceição Formiga do Clube de Mães diocesano, Núcleo São Francisco e o Dom Vilson Basso, bispo da Diocese de Imperatriz. Dom Vilson fez uma oração e a abençouu a exposição. Conceição Formiga ressaltou que durante a exposição, há momentos de orações com os visitantes.(Foto:Conceição Formiga-Divulgação).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *