Vítima de homicídio em Imperatriz era usuária de drogas e respondia por violência doméstica, diz policia

O crime foi na noite de quinta-feira, em Imperatriz.

Maranhão Notícias

IMPERATRIZ – As investigações iniciais da Delegacia de Homicídio e Proteção a Pessoa(DHPP), revelam que Wanderson Silva Sousa, 24 anos, morto a tiros na quinta-feira à noite era natural de Paragominas, no Estado do Pará, era usuário de drogas e respondia por crime de violência doméstica. As informações são do Jornal O Progresso, edição deste fim de semana.

O homem morava no bairro Santa Rita, em Imperatriz quando foi morto a tiros por um homem que estava em uma bicicleta. O crime foi quando a vítima tinha acabado de chegar do serviço e tinha ido cortar os cabelos com um cunhado dele.

No caso do crime de violência doméstica(Lei Maria da Penha) ele chegou a ser preso, mas liberado para responder em liberdade. Para família o crime é um mistério, uma vez que o homem não participava de facções criminosas.

O crime foi o décimo de setembro e o de número 76 deste ano.(Foto: Reprodução).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *