Diocese de Carolina avalia realização do festejo de Nossa Senhora da Serra, em Sítio Novo-MA

A previsão é de que o festejo seja realizado,mas de forma bem diferente dos anos anteriores devido a Covid-19.

Maranhão Notícias

SÍTIO NOVO – O tradicional festejo de Nossa Senhora da Serra, no município de Sítio Novo, 574 km de São Luís, deverá ser realizado este ano de forma bem diferente de anos anteriores. Devido a pandemia do novo coronavirus, as homenagens à santa que movimentam toda a Região Tocantina estão sob análise do bispo diocesano de Carolina, Dom Francisco Lima Soares. A previsão é de acontecer com rigoroso controle sanitário e distanciamento social.

Todos os anos, entre os dias 10 e 15 de agosto a zona rural de Sítio Novo atrai milhares de pessoas de vários municípios do Estado, principalmente da Região Tocantina.

O festejo é um dos mais cresce na região, situação que obrigou a coordenação a montar uma grande infraestrutura para acomodar os fiéis que chegam a capela em romarias, muitas delas pagando promessas.

De acordo com padre Raimundo Brandão, em entrevista à imprensa em 2014, a história do festejo de Nossa Senhora da Serra teve início há vários anos e resultou na construção do Santuário em 2003 após relatos de vários milagres atribuídos a santa.

No local onde hoje fica o santuário era campo de pastagens de fazendeiros de Grajaú, Sítio Novo e da Região da Serra Negra, sendo que um dia vaqueiros ouviram o choro de uma criança da serra. Na ocasião eles procuraram muito, mas não encontraram a suposta criança e ao olhar para cima da serra avistaram a imagem de uma senhora, não tão nítida, mas que poderia ser fotografada. Daí em diante, as romarias se intensificaram e os agradecimentos por bênçãos alcançadas também.

Cuidados especiais

Com a reabertura de alguns segmentos no Estado, a perspectiva é de que Dom Francisco aprove a realização do festejo, mas com rigoroso controle sanitário. Atividades como cavalgadas e outros eventos que podem provocar aglomerações deverão ser revistos. Em anos anteriores a Polícia Militar vem fazendo a segurança no festejo e este ano, caso seja realmente mantido o festejo, deverá ter maior atenção para evitar aglomerações.

. A reportagem manteve contato com Dom Francisco para quem solicitou uma nota sobre o festejo, mas até o encerramento desta reportagem ainda não tinha obtido resposta. (Fotos:Aldo Manoel).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *